A rede para tutorar para cultivos de diferentes tipos de hortaliças

Rede para tutorar para solanáceas e cucurbitáceas.

Como já foi mencionando anteriormente rede para tutorar apresenta muitos benefícios em relação ao uso da ráfia. A instalação dessa rede é muito prática e por esse motivo faz alguns anos que está aumentando o interesse de muitos agricultores para aplicar a rede tanto em campo como em estufas ou até mesmo em pequenas hortas caseiras.

 

Cultivo de pepino no campo.

amarrado do tomate com HORTOMALLAS
amarrado do tomate com HORTOMALLAS

Cultivo de pepino em estufa.

 

A praticidade que tem a rede para tutorar é que pode ser colocada de diferentes maneiras dependendo da necessidade do agricultor e/ou da planta. Por exemplo, se chegasse a ter cultivos de solanáceas como é o caso de tomate, pimentas e berinjelas, essas hortaliças precisam de caules suficientemente fortes e retos para manter o peso de todas as partes da planta elevadas do solo. Por esse motivo é que sempre se recomenda tutorar as culturas.

 

Hortaliças que são recomendadas para o tutoramento.

 

Outro caso semelhante é para as hortaliças cucurbitáceas como os melões, pepinos, abobrinhas e abóbora, etc. que apresentam um porte rasteiro e sempre tendem a crescer no solo. Embora essas plantas apresentam certas estruturas diferentes como as gavinhas que ajudam que a planta suba, de maneira que se enrolam no objeto mais perto para se levantar do solo. Todo isso com a finalidade de captar melhor a luz do sol, aproveitar o vento e inclusive ser mais vistosos na sua época de floração para atrair tanto insetos e aves para que façam a polinização.

 

Cucurbitáceas que são recomendadas tutorar.

 

Em qualquer dessas duas famílias de plantas (solanácea e cucurbitácea) sempre é mais fácil instalar um tutoramento posto que ao evitar o contato com o solo tanto das folhas como do fruto reduz as doenças e pragas que facilmente podem ocasionar a morte do nosso cultivo. Por outro lado, é necessário conhecer que tipo de tutoramento existe, más, além disso, qual é o adequado para a planta.

Estratégias de instalação com uma rede para tutorar

 

Com a rede para tutorar HORTOMALLAS a instalação mais fácil e comum que existe é a malha treliça na vertical, onde coloca ao longo da nossa parcela e os cultivos no caso das solanáceas se mantem com alguma ferramenta não muito forte para evitar os danos na planta. Em relação às cucurbitáceas é suficiente só colocar a rede ou malha perto dos cultivos para que elas possam subir na rede sozinhas. Sendo que a necessidade do agricultor é aproveitar o espaço para uma grande produção de cultivos, é recomendado manter cada planta na malha para atribuir um espaço determinado. Outro tipo de tutoramento é o da malha dupla. Esse se instala quando nosso cultivos são indeterminados porque teremos frutos durante muito tempo e um crescimento largo que requer um tutorameto reforçado.

 

Sistema de malha dupla nos cultivos de tomate dentro de estufa.

 

Por ultimo está o tutoramento de maneira horizontal. Esse tem duas aplicações muito interessantes. O primeiro e mais comum é para os cultivos de flores como os cravos, rosas, gladíolos, entre outras onde o mercado se interessa mais em plantas com caules retos e a rede para tutorar funciona como um suporte eficiente. Outra aplicação comum nas estufas de hortaliças com crescimento indeterminado, a rede é colocada na parte superior dos tutoramentos verticais e se estendem horizontalmente simulando um teto. Dessa maneira os cultivos com frutos pesados podem continuar crescendo com ajuda de um suporte seguro.

Rede para tutorar horizontal em cultivos de tomate dentro de estufa.

 

 

One thought on “A rede para tutorar para cultivos de diferentes tipos de hortaliças

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *